Notícias

Iniciativas motivadoras para a descarbonização do transporte

24 de Maio de 2021

Iniciativas motivadoras para a descarbonização do transporte

Em tempos de crescimento urbano exponencial sem precedentes, no contexto da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, do engajamento das nações instituído pelo Acordo de Paris e outros acordos e iniciativas de desenvolvimento global, a agenda do clima é sem dúvida um dos principais desafios deste século. As mudanças climáticas afetam vidas em todo o mundo e não podem ser freadas sem a descarbonização do transporte.

 

Diferentes iniciativas, apoiadas e coordenadas pelas principais lideranças globais, estão reforçando a meta carbono zero até 2050. Um exemplo deste engajamento está em prática entre os dias 17 e 28 de maio. Anualmente, ministros responsáveis pelos transportes, líderes empresariais, chefes de organizações internacionais, parlamentares e formuladores de políticas, representantes de associações empresariais e pesquisadores importantes se encontram em Leipzig, na Alemanha, para discutirem o futuro dos transportes. Trata-se da Cúpula Anual do Fórum Internacional de Transporte da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o maior encontro mundial de ministros de transporte e o principal evento global de política de transporte.

 

O Fórum Internacional de Transporte da OCDE é uma organização intergovernamental, com 62 países-membros, que trabalha por políticas de transporte que melhorem a vida das pessoas. Tem por missão promover uma compreensão mais profunda do papel do transporte no crescimento econômico, sustentabilidade ambiental e inclusão social. A edição de 2021 examina, especificamente, a remodelagem do transporte após a Covid-19 e os impactos nas emissões e no clima. A formulação de políticas para trazer as ambições do acordo de Paris ao alcance e para tornar o transporte de baixo carbono uma realidade está em pauta.

 

Das temáticas em pauta e que serão debatidas ao longo do encontro, destaque para: remodelando o transporte para um ambiente mais limpo e sociedades mais justas, transporte urbano de passageiros: as cidades podem tornar a mobilidade sustentável, equitativa e resiliente, financiando transporte limpo em economias emergentes, dentre outros. Estas demonstrações de empenho e mobilização somam-se, necessariamente, às capacidades de desenvolvimento tecnológico e inovação, meio por onde a transformação dos sistemas de mobilidade se concretizarão e o Sistema Aeromovel e sua tecnologia de propulsão estão em total alinhamento com este novo ciclo mundial de ressignificação de nossas cidades e centros urbanos.

 

Tecnologia brasileira testada há três décadas, oportuniza o uso de espaço aéreo e se apresenta como solução para os problemas estruturais de médias e grandes cidades. Rodovias, ferrovias, barreiras naturais e edificadas são obstáculos que podem ser superados pela via elevada, característica do sistema capaz de levar integração às diferentes zonas urbanas.

 

O Sistema Aeromovel pode atuar como espinha dorsal do transporte público, reintegrando o cidadão a cidade e as redes de ônibus, táxis e aplicativos. Além disso, por ser uma tecnologia sustentável, automatizada e com pouco custo energético, o Sistema Aeromovel vai ao encontro das principais tendências globais do desenvolvimento sustentável e das diretrizes de redução na emissão de gases de efeito estufa.

Compartilhar:

Voltar