Tecnologia

Princípio de funcionamento

Movido a ar

A tecnologia é baseada na propulsão pneumática – o ar é pressurizado por ventiladores estacionários de alta eficiência energética, por intermédio de um duto localizado dentro da via elevada. O ar empurra ou puxa uma placa de propulsão fixada ao veículo, que se movimenta por truque (plataforma sobre rodas de aço) em trilhos.

Aplicações do Sistema

Tecnologia flexível em mobilidade

O Sistema Aeromovel enquadra-se em uma ampla categoria, chamada Automated Guideway System, também conhecida como Automated Transit System (ATS), referente aos sistemas de transporte de passageiros guiados de forma totalmente automática em via exclusiva. Assim sendo, o Aeromovel atende desde demandas de transporte urbano de massa - em configurações típicas de via elevada dupla, com manobra em terminais com desvios -, até sistemas menores. Alguns tipos de aplicações são: configuração de anel (loop), vai-e-vem (shuttle), shuttle duplo, distâncias, pista dupla, entre outros. Há uma importante subclasse dos sistemas AGT/ATS, conhecida como Automated People Mover (APM). Os people movers são amplamente conhecidos por sua mais notória aplicação em aeroportos.

Características e vantagens

Características gerais

  • Via elevada esbelta;

  • Veículo leve com utilização de roda trilho;

  • Vista privilegiada para os passageiros
    durante a viagem;

  • Baixíssimo peso morto por passageiro;

  • Estações compactas e de fácil inserção no ambiente;

  • Propulsão pneumática com motores e propulsores estacionários;

  • Fácil inserção e integração da via na malha urbana;

  • Via segregada com operação 100% automatizada;

  • Baixo custo de implantação, operação e manutenção;

  • Baixo custo de implantação, operação e manutenção;

  • Conformidade com normas técnicas internacionais.

  • Baixo consumo energético;

Desempenho

  • Capacidade para transportar até 40 mil passageiros
    por hora, por sentido, de acordo com a demanda do projeto;

  • A via elevada cria um novo espaço, liberando a área no nível do solo para outras funções e atividades;

  • Velocidade até 80 quilômetros por hora;

  • Alta frequência de disponibilidade, com headway típico de 90 a 120 segundos;

  • Aceleração do veículo de até 1,10 m/s² e desaceleração de 1,0 m/s;

  • Parâmetros operacionais ajustáveis, por intermédio da seleção de perfis de
    velocidade e headway pré-definidos.

  • Sistema de rolamento dotado de eficiente isolador de ruído e vibração;

Segurança

  • Impossibilidade de colisão entre veículos, devido à compressão
    do ar no interior do duto de propulsão;

  • Sistemas de controle redundantes;

  • Segurança contra descarrilamento e tombamento, através da placa de propulsão ancorada no interior da via elevada;

  • Adequação às normas de abalo sísmico;

  • Saídas de emergência para a via em ambas as extremidades do veículo;

  • Estações com portas de plataforma;

  • Saídas de emergência opcionais pelas portas de embarque e desembarque laterais, através de passarelas de emergência;

  • Geradores garantem a operação mesmo com falta de energia elétrica.

Meio ambiente e sustentabilidade

  • Tecnologia limpa, com motores elétricos e
    sem a emissão de poluentes;

  • Motores elétricos estacionários e ventiladores com isolamento
    acústico (55 dBA);

  • Mínima ocupação do espaço do solo;

  • Projeto com total atendimento às legislações ambientais;

  • Estruturas elevadas esbeltas, com design moderno
    de baixo impacto visual;

  • Nenhum impacto eletromagnético.

Conforto

  • Aceleração e desaceleração automatizadas, conforme padrão
    internacional de conforto;

  • Acessibilidade universal, com espaço para cadeirantes e idosos;

  • Classe Mundial - APM de transporte guiado com operação totalmente automática de veículos em vias exclusivas;

  • Acesso facilitado às estações.

  • Veículos silenciosos, sem ruídos de motores;

Operação e manutenção

Facilidade e baixo custo

As mesmas características que permitem atingir custos de capital muito baixos, também permitem que os custos de operação e manutenção sejam igualmente baixos ao longo dos anos, considerando o menor número de profissionais necessários e, também, por contar, principalmente, com peças de reposição não proprietárias (de prateleira). Isso somente é possível devido à bem-sucedida combinação de veículos sem condutores, leves e sem motores embarcados, com a simplicidade geral do sistema e seus principais componentes.