Notícias

Tecnologia e Mobilidade 2020 – 2030

21 de Maio de 2020

Tecnologia e Mobilidade 2020 – 2030

Investimentos Pós – Pandemia COVID-19

As doenças contagiosas sempre geraram transformação urbana. Quando o mundo deixar o isolamento, como os moradores urbanos, com pandemia e desconfiança, farão suas escolhas? viver, trabalhar, passear e viajar pelas cidades? Como os governos avaliarão e proporcionarão novas alternativas?

 

– As cidades impulsionam a prosperidade;

– A tendência em direção à urbanização não será interrompida pelo Covid-19;

– As cidades mais densamente povoadas não são necessariamente as mais afetadas;

– Imagens de satélite, mapas 3D e IA estão ajudando as cidades a gerenciar pontos de acesso de transmissão;

– Como o dinamismo da densidade urbana pode ser aproveitado para construir cidades habitáveis e inclusivas do futuro?

 

“Agora é a hora de abraçar a densidade” (New York Times, 2020)

“As cidades estão na linha de frente do COVID-19” (Blog do Banco Mundial, 2020)

 

Emergindo da crise com uma mobilidade melhor e mais ecológica

 

O Reino Unido se destaca como um lugar com planos ambiciosos no pós-pandemia.

 

Londres está criando a maior zona livre de carros do mundo

As restrições foram reestabelecidas na segunda-feira, 18 de maio. A taxa de congestionamento pode aumentar para £15 por mês. Calçadas mais amplas serão criadas e a rede de ciclovias será ampliada. Veículos de baixa emissão, como táxis elétricos, terão acesso a áreas restritas. Além disso, o trânsito de veículos deverá ser proibido em diversas ruas do centro, bem como nas pontes Waterloo Bridge e London Bridge;

 

E-bikes e scooters

 

Centenas de milhões de libras estão sendo investidas para tornar o Reino Unido mais favorável ao uso de e-bikes e scooters. Inclusive, os testes com os equipamentos eletrônicos foram antecipados para o mês de junho.

 

E-bikes e e-scooters estão se esgotando;

– Pessoas procuram novos modos de transporte;

– No início do mês de maio, a prefeitura de Londres anunciou um novo investimento de US$ 305 milhões em infraestrutura de bicicletas (ciclovias).

– Em Londres, se você for a algum lugar de bicicleta, chegará mais rápido do que se tivesse utilizado um carro. Um estudo britânico constatou que os motoristas gastam 106 dias de suas vidas à procura de vagas em estacionamentos.

 

Fontes:
https://hbr.org/, https://comotionnews.com/ , https://www.techtudo.com.br , https://www.hypeness.com.br/ , https://www.building.co.uk/ , https://www.rcrwireless.com , https://https://cleantechnica.com/
Pesquisas realizadas entre 18 e 21/05/2020.

Compartilhar:

Voltar